terça-feira, novembro 28, 2006

A foto........

Bom, depois de muito pensar nos estragos que poderia causar ao publicar essa relíquia de família, depois de pesar prós e contras, fiquei com o único pró possível: as risadas.... Olhe bem, e se você sobreviver, se sua retina não ficar danificada eu vou contar um pouco sobre esse pedaço de papel que se reproduziu como um pequeno Gremlin na família da Jeca....


Que atire a primeira pedra aquelas que, tendo mais de 27 anos, nunca tiveram o corte da moda do início dos anos 80, que, ao contrário do que muitos imaginam, não foi inspirado pela dupla sertaneja Chitãozinho e Xororó, e sim pela atriz Malu Mader em alguma novela da remota época.

Pela nossa cara, naturalmente nos sentíamos lindas..... Eu me lembro de que o barato desse repicado era um "tique" que o acompanhava, que consistia em passar a mão no sentido testa-fundo para ver se o topo da cabeça ficava arrepiado, tipo Cebolinha.... Eu adorava, e lembro de ter pedido para cortar o cabelo assim.....

O problema é que minha mãe deixou......
Na verdade, o grande problema foi ela ter nos levado especialmente a um fotógrafo para registrar o desastre......
Mais ainda, o problema real foi ela ter feito INÚMERAS cópias desse documento agnóstico e literalmente distribuído na família...... Minha avó chegou ao cúmulo de mandar fazer um pôster e o tem até hoje na sala......

Lembro que recobrei os sentidos rapidamente, e assim que o corte cresceu, comecei minha incessante busca a todas as provas de tamanho atentado contra a beleza. Rasguei várias fotos, mas elas não paravam de aparecer.

A adolescência chegou, e os namorados começaram a vir..... Não satisfeita em servir bolo e lanche para eles, a senhora mãe da Jeca fazia questão de mostrar a foto.....

"Olha, que bonitinha..."

E pronto, a crise estava instaurada..... Um ex namorado da minha irmã levou uma cópia com ele, e uma amiga dela ATÉ HOJE a tem no mural do quarto.... Deve servir de repelente, no mínimo...
Ela ficou conhecidíssima pelos que freqüentam nosso clã, e ganhou o apelido de "foto Chitãozinho e Xororó".

Devo acrescentar que quem mais sofreu com a moda do repicado dos anos 80 não fui eu..... Meu cabelo é bem liso e cresce rápido, mas a minha amada irmã...... Como você pode constatar, o cabelo dela ganhou um ar de "juba", que a acompanhou por muitos anos na infância. E era sofrido, por que o cabelo era enorme mas ela muito magra e comprida.
Até o dia em que nossa progenitora descobriu que cabelos cacheados não se penteiam com ESCOVA, mas com pente de dente largo...... Aí sim, foi como colocar óculos em criança míope..... Foi uma descoberta de mundo pra ela. Acho que o trauma foi tão grande que ela jamais cortou o cabelo em corte diferente, tem a mesma cabeleira linda e cacheada desde então.....

Mas enfim, eram os anos 80..... Tudo era possível e aceitado..... A chapinha não existia e ainda não havíamos entrado em linha de produção para ficarmos todas com a mesma cara: loiras prata, lisas e peitudas. Os anos 80 foram do exagero, das ombreiras, das calças bag, dos brincos de plástico e das polainas.

Até que nossos cabelos à la dupla sertaneja não estavam tão fora assim......

Inté!

13 comentários:

Anônimo disse...

JECA, NÃO ACREDITO QUE VC FEZ ISSO!!! VC É MUITO ESPERTA, NÉ? SÓ COLOCOU ESSE DESASTRE AÍ PQ SABE QUE NÃO POSSO PARTIR PARA AGRESSÃO FÍSICA AGORA.. MAS O TEMPO PASSA, VIU, JECA?! TE PEGO DE JEITO AINDA!! POIS É, ACHO QUE NUNCA MAIS CORTEI O CABELO POR TRAUMA, VC AINDA SOBREVIVEU, O CABELO CRESCEU E A VIDA CONTINUOU, MAS AS TORTURAS DA D. MÃE DA JECA CONTINUARAM COMIGO.. SOFRI O PIOR CORTE RE-PI-CA-DO DEPOIS, QUE MARCOU MINHA VIDA E ATÉ HJ COMPANHA MEUS PIORES PESADELOS, TIVE QUE CONVIVER COM GRAMPOS POR MUITOS ANOS.. MAS TUDO BEM, AINDA VOU TER SOBRINHOS E FILHOS PARA PASSAR A MALDIÇÃO DO CLÃ JECA!!!
CAIA

Tati disse...

hehehe, sabia que vc ia gostar sis.... beijos

Aninha Beall disse...

hahahahhahahahahahahahahahahahaha, meu ADORO essa foto, olho pra ela todo dia pra começar o dia de bom humor!! Fique tranquila Jeca, este atentando vai constar no pedido de interdição da Mãe Jeca!

Anônimo disse...

Vai lá no blog de novo. tem coisa pra vc.

Cláudia disse...

Eu tive cabelo Malu Madder da novela, eu lembro que era por isso mesmo, eu tiiiiveeee!!!!
Liso e espetado!
Mas como agora JEQUINHA VEM AÍ (Gastón já espalhou a novidade boa!), aguarde que muitas invencionices virão!
Parabéns pelo bebê!
beijo

MH disse...

ai, como a gente ficava ridícula com esse cabelo! Ainda bem que quase todas dessa geração pagaram o mico, então dá pra rir sem trauma...

Anônimo disse...

jeca mor...qta coragem!!! achei barbaro!! quem não tem uma historia dessa pra contar não viveu!! parabéns!!! bjo pra vc e pra caia!! Carol

Vivi.Rosas disse...

ahhahahahahha
essa.foto.realmente.é.barbara!!!
Não.sem.dúvida.uma.proeza!!!
a.Caia.entao.ta.otima!!!
hahah
Bjus

tenho dito disse...

Se ainda existisse o programa do Minon na MTV em que ele pedia fotos de Mullets, com certeza voces ficariam entre as finalistas.
Show as fotos !

Mônica Montone disse...

kkkkkkkkkkkkkkkk, eu tive esse cabelo e achava o máximo, kkkkkkkkkkkkkk e o nome da novela da Malu Mader era O Outro, se não me engano, kkkk

beijos, querida

MM

Tati disse...

Oi Clau, obrigada pelos parabénsm uma coisa eu garanto: mullets no jequinha JAMAIS!!!
Pois é, meninas, quem não teve não pode nem medir o quanto fomos riduculas, por que além do corte, usávamos as famosas saias rodadas e botas de cano alto! hahaha, excelente!
Carol, cherrie, volte sempre, viu?
TD, agora o Migno está em outra, talvez bem mais ridicula, como disse a Clau no blog dela. Clica no "É o seguinte... Tá bem" e confere!
beijos

Anônimo disse...

Eu, como amiga fashion preciso falar...
E a gravata branca sobre a camisa amarela, ninguém reparou?
Jesuis...e eu também usei muito cabelo assim. E gravata.
Lu

Tati disse...

pior, Luli, a gravata era de tricot...... tchutchuca.....