terça-feira, novembro 20, 2007

Quem resiste?....


Todos sabemos que mulher não precisa achar um homem perfeitamente lindo para o achar irresistível... Isso é sabido e notório, olhamos charme, postura, etc e etc. Ok...
Tudo já muito falado e discutido...
Mas certos casos são quase lendários...

Um deles é o Chico Buarque.

Eu nunca havia caído nas malhas de sua aura magnética, apesar de ser fã de carteirinha.
Amo sua música mas nunca vi nada nele além disso.
Se formos observar de perto, ele tem um nariz feio, uma pele furadinha e é do tipo magrelinho. Eu sou grande demais para homem magrelo...

Olhando as fotos antigas, sempre achei que se eu freqüentasse Ipanema nos anos 60, o Tom Jobim teria tido muito menos trabalho para arrancar minha tanga que o Chico, que eu deixaria de boa vontade para a Marieta...
Até hoje.

Comprei um box de DVDS dele, e estou há dois dias os assistindo.

Ouvi-lo cantar com o Edu Lobo e falar da ditadura é de arrepiar.
Vê-lo humildemente se esconder com os backing vocals para deixar a Velha Guarda da Mangueira brilhar é de encher os olhos de lágrimas.

Agora...

Vê-lo cantar, olhando para a câmera (ou para VOCÊ, dependendo do seu nível de absorção utópica):

"Te dei meus olhos pra tomares conta", enquanto aquelas duas bolas de gude azuis, embaixo de sobrancelhas pedintes urgem por um colo, é de entender a magia dele.

Tá bem Chico, eu provavelmente teria me danado nas mãos do sedutor e malandro Tom, mas se topasse com esse seu olhar de cachorro sem dona ao sair dos braços dele, já sei que seus braços pequeninos e ossudos poderiam me embalar, facilmente...

"Dizer que não quero, teus beijos nunca mais...."

Inté!!

4 comentários:

Jade disse...

Ele tem cara de homem educado!
Isso é essencial!


Tenho tara por homens educados!

Cláudia disse...

olha, acho que eu teria de assistir aos mesmos dvds que tu, pq não vejo nada demais no Chico.
Meu gosto para homens é mais pro estilo madeira-mamoré: grande e mal-acabado.

beijo

Tati disse...

Jade, eu tb! Conhe~ço uma moça que é exatamente o contrário. Ela confessa sem nenhum pudor que adora homem grosso, que manda nela em público, rsrsrs...

Clau, eu tenho o mesmo gosto que vc... Adorei a definição madeira-mármore, ainda mais com homem pequenininho... Como sou grandalhona, me sinto abraçando um moleque...
Mas aqueles olhos.....
ai, ai...

Beijos

Cláudia disse...

Tati, madeira-mamoré mesmo, aquela estrada de ferro na amazonia.