quinta-feira, dezembro 14, 2006

"Sua tarefa estava cumprida"



Hoje terminei a saga das Brumas de Avalon... Foi um mês e pouquinho totalmente mergulhada nas brumas, vivendo um tempo e um mundo mágico que não mais conhecemos, viciada na aura divina do livro...

Pra quem tem uma enorme dificuldade em definir o "divino", acabar a série de livros sentindo tal presença mostra bem o poder desta história.

A luta das sacerdotisas de Avalon para se manterem no novo mundo cristão, paternalista, em que as crenças primitivas começam a se apagar em nome do Deus Uno, em detrimento da Deusa Mãe me tocou de uma forma muito intensa, como discuti hoje com minha amiga Ivy (obrigada eternamente por suas palavras....). Não apenas pela beleza da obra, pelas imagens e pela visão feminina do mito do Rei Artur, mas por minha própria condição de mulher...

Acredito que toda mulher deveria passar pelo rito das Brumas. Sou ritualística ao extremo, e sinto que hoje passei por um...

É como se voltássemos ao tempo em que o feminino ditava as normas. Não a mulher, mas o feminino, que existe em todos nós. Nosso lado Vênus....

A ternura, a sensibilidade, a afeição, a tolerância. A justiça, o amor, a paz...

Falar do livro é falar da Deusa, que não é nenhum ser sobrenatural, mas vive em cada um de nós! A Deusa que esquecemos há séculos, quando resolveram nos dizer que ser feliz é ruim, que o prazer nos afasta da verdade.....

Que verdade?

Se a dor, a tristeza for a verdade, prefiro pecar, prefiro viver na mentira...

Quero a magia da Deusa, não imposta por ninguém, mas descoberta por mim.... A magia de ouvir meu coração, que está ferido de esquecimento... A magia do prazer e da tolerância...

Quero ver a Deusa nos homens reinar nosso mundo, de volta ao templo de onde foi expulsa...

Nós mesmos.....

15 comentários:

Anônimo disse...

sem palavras, jeca, li quando adolescente e até hoje me arrepio de pensar na Morgana....
Ps: que música, hein?????
beijos
Re

Anônimo disse...

lindo, jeca.. com a música então.. não vejo a hora de ler..bjjj
caia

Anônimo disse...

Creio em Deus Pai e Mãe. Tudo tem seu masculino e feminino. Tudo. Até Deus.

beijos

Tati disse...

Com certeza Gastón, por isso somos complementares.... Só acho uma pena termos esquecido tanto nosso lado feminino no mundo. Quer ver? Um pai jamais se importaria em jogar bola com uma filha, ou até mesmo brincar de carrinho....

Mas fala pra esse pai que brincar de boneca com seu filho vai ajudá-lo a ser um adulto mais equilibrado emocionalmente... Veja a cara de pais e mães quando o menino pega a canetinha rosa para desenhar....

Meninas que fazem artes marciais, (olha o exemplo) tudo bem... Mas vai dizer "papai, quero fazer Ballet"....

Somos Yin e Yang, masculino e feminino, razão e coração, Deus Pai e Deus Mãe, é uma pena estarmos assim tão desequilibrados....

Mas enfim, aos poucos vamos nos achando...
beijos

Anônimo disse...

Geração após geração isso vai se diluindo.

Foram muitos anos construindo tabus. Levaremos outros tantos pra quebrar.

Sofia disse...

Lindo, lindo, Tati.
Vou aproveitar e pegar carona no seu blog já que está impossível comentar lá no Vida Perra.
Adorei o post sobre o azar. Sabe que também estou numa fase assim? Já andam dizendo que eu não só joguei pedra na cruz como também fiz striptease na última ceia ... Pensando bem, acho que na ocasião eu vi um rapaz rebolando com o Santo Graal, não seria o Gastón ?!?!?
Abraços,

Tati disse...

Muito provavelmente, Sofia.... O Gastón certamente faria isso, hehehe
Eu já o vi vestido de mulher em cima de um palco,, quem sabe é essa lembrança vidas passadas da dança na ceia?.....
beijo

Jade disse...

quando li as Brumas de Avalon eu fazia parte do clã da minha vozinha... ela acredita (ainda hoje) nessas coisas da grande Deusa... natureza... poder do feminino!

è realmente mágico mesmo! Se é magico você ler aquilo, imagina você conviver com um monte de mulheres mais velhas que acreditam nisso!
Foi uma experiencia e tanto!
Não seria a mesma se tivesse vivido sem isso!

MAs hoje em dia... Bom! Acredito que tem muita coisa interessante lá... Mas é como toda religião ou ceita:
imaginação humana!

Marta disse...

Soy Marta, me dejaste un comentario es frases y textos célebres. He pinchado en tu página, para curiosear, pero no entiendo nada, jejeje.
Muchas gracias por tu comentario.

Daniela Mann disse...

Eu passei mesmo só para deixar um beijinho!

Anônimo disse...

Sofia, eu fiz um Mojito com o Santo Graal.

Tati, obrigado pelo espaço para comentar o comentário da Sofia.

Anônimo disse...

Tati, obrigado por me difamar também.

Meu nome é Alexandra.

Tati disse...

Oi Jade, sábia avó, não? Ainda que eu não seja nada religiosa, nem pertença a nenhuma seita, acho que nossa imaginação é o que nos move, principalmente no que se refere à interpretação do mundo.... Sem ela nada somos...

Daniela, venha sempre! Seja benvinda!

Gastón.... ou melhor, Alexandra, pra difamação ser completa falta a foto, que não tenho, hehehe
beijos

Anônimo disse...

Tati, eu nego até a morte.

Tati disse...

Gatón, Gastón, há testemunhas..... VÁRIAS!!!!!..... e provavelmente fotos tb!!!!! Vou pesquisar!!!!