terça-feira, maio 29, 2007

O Diabo não veste Zara...

Eu demoro um pouco a me render a filmes e livros do tipo Best Seller...
Levei anos até ter coragem de ler o Código da Vinci, por puro e simples preconceito.
Ainda não li O caçador de pipas, A menina que roubava livros, Neve, Anjos e Demônios e geralmente olho com desdém os títulos dos mais vendidos...
Preconceito, sei disso. Mas no fim da contas, quando o título persiste eu me rendo. E alguns deles me surpreendem.
Como a Sombra do vento, que li e pelo qual caí de amores.
O mesmo acontece com filmes.
Alguns ovacionados pelo grande público passam batido por mim. Não vou gastar um tostão para ver Homem Aranha, Rocky 45, e 13 homens e mais um segredo.
Não agüento mais segredo! Mesmo vindo deles...
A não ser que este último filme venha com o casting de brinde, não vou.

"Assista a 13 homens e não sei mais qual segredo e leve Matt Damon para casa!"

"Comprando um ingresso de 13 homens sem segredo você leva George Clooney!"

Mas, mais uma vez, em alguns casos, quando a locadora não me deixa outra opção, até encaro um Starbucks do Cinema, como fiz ontem, com O Diabo Veste Prada.

O filme não tem nada de muito revolucionário, mas me deixou grudada no sofá...
Não pelo enredo. Menina idealista consegue um emprego com a chefona da moda novaiorquina. Muda sua concepção sobre o mundo fashion, vê o lado humano do Diabo, muda de visual, mas... não muda sua alma...
Bla blá bla, been there, done that, filme bacana para ser visto no sofá de casa.
O que me prendeu mesmo foi o figurino.
Só ele já vale o filme.

Claro que há lugares e lugares... Andar em Manhattan é uma coisa, ir ao correio a pé na roça, antes de passar no mercado e na padaria é outra. Claro que aqui não cabe a bota Chanel, o Manolo Blahnik ou o vestidinho Valentino que combinam perfeitamente com as calçadas da
Fifth Avenue ou do Soho.
Mas ainda assim me senti minúscula usando minhas calças jeans, camisetas Zara e saltinho comprados diretamente da fábrica, em Jaú...
Ser mulher é uma tarefa árdua, e por vezes encarar mesmo o salto 7, vestidinho preto e bolsa Prada faz bem à alma....
Mesmo na roça...

18 comentários:

Anônimo disse...

Ah, que saudades da 5th.ave!!! Voce sabe que eu sinto falta às vezes de me "peruar"... Passar um rímel, vestir uma roupa bacana.. para no fim... dar de mamar!!! he,eh,e... Mas 13 homens e mais um segredo eu vou ver sim, nem que não tenha segredo... !! Beijinhos
Karina

Carol disse...

Depois de ler esse texto, chego a conclusão que toda paixão me diverte!!!
Obrigada por me fazer reconhecer coisas que eu nem mais desconfiava existir em mim!!!
Beijinhos...

MH disse...

Falei que a Sombra do Vento valia muito a pena, né? Amei!!

Caçador de Pipas também é muito bom, pode ler sem medo. E A Menina que Roubava Livros, terminei semana passada. Chorando. Demorei pra entrar no ritmo, mas vale a pena sim. Pode ler! rs

Quanto ao figurino, nem na minha vida cosmopolita cabe aquilo tudo... seria legal! de vez em quando.

beijo

Capitão-Mor disse...

Reajo da mesma maneira em relação a livros ou filmes de grande popularidade. Levei um tempão para lêr o Código da Vinci e outros que tais...
Conhece a escritora Ana Miranda? Sugiro que dê uma vista de olhos em "DESMUNDO" e "BOCA DO INFERNO". Literatura de primeira linha...

Tati disse...

Ká, bons tempos, não?... Tb tenho saudade, hoje talvez curtiria com outra visão... Mas enfim, escolhas são escolhas, e eu fico feliz com a minha. Sei que vc também, então valeu a pena.

Carol, paixão é sempre no mínimo divertida. No máximo, fanatismo... Bom ficar no meio...

MH, A Sobra do vento mexeu tanto comigo que já dei de presente pra duas pessoas....

Capitãp, dica anotada!

beijos

Cláudia disse...

Tati
fui ver no cinema e adorei, mas voltei pra casa querendo jogar todas as minhas roupas pela janela e me sentindo a mais bucho das criaturas.
Felizmente, passou, as roupas continuaram onde estavam, e eu continuei um bucho mas isso a gente não conta pra ninguém!
beijo

Garota do Zippo disse...

Eu adoro filmes bobos trash, como Rocky Balboa (é sensacional, vc tem q ver). São legais pra dar risada e levar a vida menos a sério.
Só não encaro Eddie Murphy.

Qto ao Diabo Veste Prada, se emperuar de vez em qd faz bem à alma mesmo. ;)
bjss

Mônica Montone disse...

Tô lendo a menina que roubava livros e tô gostando muito. comprei porque me apaixonei na capa, rs*, nem sabia que ele estava na lista dos mais vendidos, fui descobrir depois...

E o diabo veste prada eu ameeeeeei. vi no cinema. talvez porque eu ame moda, sei lá...... queria o guarda-roupas dela para mim, kkkkkkkk

beijos, linda

MM

freemind disse...

Um texto engraçado... só nos states uma história dessas seria possível mesmo.

Tati disse...

Clau, foi esse mesmo o meu sentimento! Correr pro armário e jogar tuuudo pela janela... (ainda não passou, rsrsrs)

GZ, eu já curto o Murphy... Ele entra na minha categoria de entretenimento descompromissado.

Pois é, Mô, estão me falando muito desse livro, é daqueles aos quais eu no fim, acabo me rendendo...

Freemind, o filme é a cara de NY, só lá mesmo!

mc disse...

Às vezes vejo as páginas de revistas de moda e me pergunto quem se veste daquele jeito?

Mas que tem umas coisas lindas, ah tem...

tuca disse...

acabei de ler A Sombra do Vento e gostei muito - agora vou aproveitar a outra dica d'A menina que roubava livros...
quanto ao filme "diabo..." ainda não vi, mas fiquei com vontade depois dos comentários!

Chirla disse...

Eu também naõ me rendo aos best sellers. Vou na estante de casa, pego livros curiosíssimos que minha mãe comprou a séculos e leio!
Mas vou ver os filmes.
Eu gosto, mais pelo fato de ser uma maneira de me desligar mesmo. Esses são os filmes que eu vejo por ver, sem analises psicológicas de personagens, sem grandes discussões.

Quando vi "o diabo veste prada" eu me senti excluída, mas achei o figurino o máximo rsrs!!
Não tiro meu all start e aquela calça jeans
preferida. Quando uso salto é um tormento. Acho que meu destino é ser a garota do all star and fuck it all!

Nana disse...

Acabei de ler Travessuras da menina má, do Vargas Llosa. Amei, entrou pra lista dos meus preferidos junto com a Rosa Montero, o Buk e o Pedro Juan Gutierrez.

andreia disse...

Tb amei A SOMBRA DO VENTO... Morro de ciúmes de emprestá-lo...

MH disse...

também já dei de presente algumas vezes!!
beijo

Vicky Meiotta disse...

Há muitos mundo dentro do mundo. Quando li o "Diabo Veste Prada" - mais real e menos romanceado do que o filme -, passei a entender que não estava sozinha no mundo dos pedidos absurdos, das ordens incompreensíveis e dos egos sem medida. Tudo real pra caramba!

Agora, quando vi o filme, passei a ter ódio do meu armário e a me maquiar pra ir pro trabalho (só às vezes, mas já valeu!)...

Rubina disse...

Ai Tati, nao ha indumentaria que me force a usar saltos muito altos. Ha um limite que nao consigo ultrapassar, senao dou cabo das costas. Beijo