segunda-feira, abril 02, 2007

Orkut vivo

Viva o anonimato! Esta é a frase que melhor define minha saudades da capitarrrrr.
Anonimato!
Poder viver sua vida sem que milhares de habitantes saibam cada passo seu, se você é filha de fulano, se você namorou e levou um fora de cicrano ou ainda se você engravidou solteira do beltrano.
Aqui tudo se sabe.

Até pouco tempo atrás eu ficava bem de fora desta rede de conhecimentos, mas aos poucos fico sabendo de fofocas fortes de pessoas que nem sei se são loiras, morenas ou carecas.
Sei que um conhecido era considerado o nerd da cidade.... Já me deixaram a par das roupas que o coitado usava nos bailes da escola, dos penteados Porky´s dele e até da sua falta crônica de namoradas.

Já me alertaram que outro é o maior picareta e "rolero" da vila.

"Não venda nem uma porca véia pra ele, ele te paga com a mãe, com o pai e ainda te passa escritura falsa!"

Filho do Fulano é gay.
Pai da Cicrana é putanheiro.
Cicrano é falido.
Marido da Beltrana é impotente.
Esposa do Beltrano é amante da irmã do Fulano... oops.....

E por aí vai.

E o mais engraçado é ouvir como as pessoas se expressam para fazerem as outras se lembrarem do assunto da fofoca.

"Sabe o João, filho do Seu Eduardo?"
"Sei, o João que casou com a Joana?"
"Isso. A Joana que é filha do dono da sorveteria."
"Sei!!!! O pai dela foi patrão do meu pai!"
"Ah, é? O pai dela namorou minha tia!"
"Qual tia?"
"A tia Rita, mulher do tio José!"
"A mãe da Flavinha?"
"É!!!"
"Ai, que legal!! A Flavinha tá namorando o Rui, sabia???!"
"Que Rui? O neto do Seu Agostinho?"
"Não, esse Rui é gay! É o neto do Seu Antonio da padaria."
"Ah, não sabia...."
"Mas e aí? E o João?"
"João? Que João?"

Inté!!

7 comentários:

MH disse...

ê lasquera...

vida de interior é fogo! imagina crescer num lugar desses: tudo que você faz pode e vai chegar aos ouvidos paternos. legal...

Garota do Zippo disse...

Genteeeemmmm, poucas coisas são piores do que isso!! Hj em dia eu não acredito que já pude botar fotos minhas no orkut, gostos pessoais, etc.
beijos!
ps: estou de volta! :) é q a net da minha casa andou IMPOSSÍVEL na última semana. Mas agora vai rolar uma banda larga experta! Tava mais do que na hora.

Capitão-Mor disse...

Tenho um texto na claha sobre este vício brasileiro. Eita povo pra gostar de saber da vida dos outros! :)
E os namoros que acabam via Orkut? Sem palavras...

Sofia disse...

Eca !! Que coisa horrível !!
Isso seria a parte mais difícil da minha adapção na vida no interiorrr.
Mas morar no Rio de Janeiro não evita que eu encontre certas pessoas assim. No meu prédio, por exemplo, sabem até que eu só gosto de calcinha bege !! ( ainda vou descobrir como isso foi parar na boca do povo ).
Abraços,

Tati disse...

MH, ponto positivo que vc me lembrou, afinal, ainda vou ser mãe de interirorrrr.....

GZ, ôba, já estava com saudades!!!!

Capitão, isso é herança da fase colonial, dureza, viu?.....

Sofia, que maravilha vê-la de volta aos comentários e de bom humor!!! Troca de calcinha e vê se a notícia espalha......

Anônimo disse...

Deus deu a vida, pra cada um cuidar da sua.
Taubrós!?

Anônimo disse...

Olá Tati!!!
Apesar de amar essa cidadezinha em que nasci... sinto muito por esse povinho, que é a sua maioria... Morro de raiva desses comentários... porém, apesar de odiar isso, às vezes me pego falando tb da filha de fulano que é parente do cicrano... cunhada do beltrano... mas é força do hábito... afinal, desde que nasci ouço as mesmas histórias... as mesmas "falações", e por incrível que pareça... a mesma maldade, se não for maior nos tempos atuais!
Fico na esperança de um dia poder alertar esse povinho de interior que isso não faz bem para a alma, que isso suga nossa energia... Qual é o motivo de falar da vida alheia!!! Espero um dia chegar lá!!! E se não for possível alertar o povinho todo, pelo menos gostaria que as pessoas que me cercam procurassem olhar mais pra si...
Um beijo!
Carol