quinta-feira, julho 23, 2009

Lixo...

A ausência neste espaço tão querido é logicamente justificada, não? Porém, hoje me passou algo que fica impossível de não ser registrado aqui: Pela primeira vez na minha vida, joguei um livro no LIXO!
Eu sou bem apegada aos meus livros, tenho uma edição de Guerra e Paz, que ainda nem li, e que quando chegar a hora de ler terei que comprar outra, pois esta está mofada, caindo aos pedaços e fedida, que sou incapaz de jogar fora. Dói...
Mas dói ainda mais ler baboseira da grossa...

Ontem comprei um livro que fala sobre pais ateus, e como eles tratam o assunto com os filhos. Na mesma estante, avistei um, cujo título fez blin blin aos meus olhos: Como educar filhos geniosos.
Sou uma mãe em constante busca de informações que possam ajudar meus rebentos, e assim como eu, Romeo não veio ao mundo para passar desapercebido (ai, a modéstia) e com 18 meses já mostra as garrinhas bem afiadas.
Enfim,dentre todas as besteiras que o tal livro que jaz na lixeira prega (e o verbo pregar é perfeito no caso), a primeira é:
"Rezem! Só Deus pode ajudar pais de filhos geniosos!"
Rezar pra quem? Eu acabei de comprar um livro sobre ateísmo e me vem o tal psicólogo me mandar rezar? O único santo pra quem eu rezo é o Santo Machado de Assis, e ele não teve filhos.... I´ll pass!

Em seguida, e após inúúúúmeras citações bíblicas, o tal pastro diz:
"Quando seu filho brincar com o botão da TV, dê um tapa em sua mão, para que ele saiba quem manda. Não use a abuse dos tapas, guarde para as crises de birra."

Ele conta todo orgulhoso que recebe cartas de crianças que dizem "não gosto de você, criança não gosta de apanhar!". Crianças jogam os livros dele na privada (assim está citado, por ele, juro, com minha mão direita postada sobre Dom Casmurro) e ele se acha O educador?

Reza, e bate!

Fala sério...

6 comentários:

Virgínia disse...

Eu, sinceramente, acho que qualquer pessoa é capaz de escrever um livro de alto-ajuda. A quantidade de bobeiras que as pessoas estão dispostas a dizer e a ler é interminável. Uma pena que as livrarias reservem espaços para esses engodos! Lixo é o lugar merecido!

Cláudia disse...

Impressionante como tem gente que PUBLICA essas porcarias!!!
beijo

Rubi disse...

Em que ano foi publicado esse livro, ha 5 decadas?

MH disse...

que horror!!!
a lixeira é mesmo o lugar certo pra tanta porcaria...

Rubi disse...

Ola Tati

Gostava de entrar em contacto consigo. Por favor, mande o seu e-mail para penseiquesabia@hotmail.com quando puder. Espero que o Romeu e a Iolanda estejam optimos. Um abraco

Rubi disse...

Oi Tati

Mandei vários e-mails de resposta ao seu e vou mandar com outro endereço também, parece que não estão chegando a esse lado. Diga qualquer coisa.

Um abraço