segunda-feira, outubro 30, 2006

Memórias...

Ontem a Jeca foi votar... e tomou uma decisão importante! Não vou levar meu título para a roça, não...
Eu voto em Sampa mesmo, e voto na escola onde estudei até a 8a série... Como há muito tempo não faço mais visitas, aproveito as eleições para matar a saudade... É tão bom voltar no tempo, não? Ontem fiquei até emocionada, subindo a rampa que leva aos corredores... tantas memórias... Nossa, eu fui tão feliz ali e jamais imaginei que um dia fosse valorizar tanto, nao só o espaço, mas também os momentos que passei ali.
De uma variedade enorme de categorias de lembranças, escolhi uma para destrinchar... Nada de bagunças, choros, amigas, ou assombrações... ( a escola é de freiras, as histórias de assombrações são muuuuuuitas), mas sim o tópico que mais agrada as meninas: os meninos!!!

Um canto escondido... um banco de concreto... um menino e uma menina de 11 anos, no recreio... Carioca e Tatiana se chamavam de namorados, mas ainda nem sabiam exatamente o que era isso. Tatiana, já com indicadores de alta complexidade feminina acabava o tal namoro a cada 15 dias... Carioca, se iniciando na arte da compreensão e paciência, a cada 15 dias já sabia que aquele término duraria pouco... Dia seguinte voltavam ao banco de concreto, atrás da 5a série E, para reatar o namoro....

Um corredor isolado das outras salas, era ali que as crianças da 5a E ficavam... Dois meninos, Ricardo e Edgar, sempre duros e mortos de fome, vinham pedir mordidas do lanche da Tatiana, que, sempre faminta, negava. Edgar, alto, bem alto, se ajoelhava pedindo uma migalha da coxinha de frango, e Tatiana descia a mao na orelha dele...

A 6a série B recebe um aluno novo, apelidado imediatamente de Biro Biro, por seus cachos. Walter era seu nome, e ele e Tatiana começam uma amizade à base de brigas, como bons meninos e meninas de 12 anos. Um belo dia, vestida com a saia de educação física, Tatiana briga com Biro Biro, e ao se sentar, perde o equilíbrio e cai da cadeira.... DE PERNAS PRA CIMA.... Flash inesquecível.. Biro Biro apontando para Tatiana jogada no chão, vestida de saia... de pernas pro ar... e ele rindo... rindo.... rindo.....

Em outro corredor, já na 7a C, a Tatiana de 13 anos começa a reparar nos meninos do 1o colegial...Um deles, Luiz, skatista, tinha uma franja que caía no olho, e....já indicando os futuros gostos da Jeca, uma bela representada napa e olhos pequenos....Meninos do colegial e meninas da 7a serie combinam... Afinal, é com os da mesma idade que elas gostam de brigar... Então os corredores da escola passam a ter outra finalidade, outra atmosfera... Quase uma passarela...

É ali que a menina da 7a série se posiciona para o skatista do 1o colegial a notar... Estrategicamente colocada, expressão "não tô nem aí" estrategicamente montada e amigas estrategicamente preparadas..... Tudo tão estrategicamente planejado, que no primeiro encontro no shopping, o segurança pediu para aqueles dois adolescentes irem se beijar lá fora, ali não era lugar pra aquela pouca vergonha...

Segurança estrategicamente alocado...

E então, em um belo dia, uma Tatiana já com 18 anos tem acesso noturno àqueles corredores.De volta ao colegio, depois de uma fase em outros corredores, (maravilhosos e emocionantes também) a moça começa a fazer teatro, sexta feira à noite...

Desta vez, quem chama atenção da futura Jeca não é nenhum daqueles meninos mais velhos que um dia a motivaram a acordar para ir pra escola. Mas um que ela jamais notaria nos áureos anos de 7a série, pois naquela época, ele estava na..... 4a série......

Mas agora os tempos são outros, e uma garota de 18 anos já compreende que alguns meninos de 16 não são assim tão meninos... E, naqueles corredores de piso vermelho e preto, portas de madeira com janelinha de vidro e paredes de tijolinho, o menino/moço e a garota que acaba de tirar carta de motorista iniciam mais uma história, mais uma série de momentos carregados de "adolescência", que ficam impregandos naquele espaço...

Apertar os botões da urna em um lugar tão cheio de lembrancas, em que a cada eleição encontro pessoas que fizeram parte de 9 anos de colégio e mais 2 de teatro, fica até prazeroso...

"O Colégio Pio XII é exempla-ar, continuação do nosso lar......"

Inté!

4 comentários:

Gastón disse...

Você namorou o Carioca? Como assim Tati?

Bom, aqueles corredores me trazem um bilhão de recordações. Minha sessão eleitoral fica na sala da Juju, minha paixão de quando estava no primeiro colegial (e ela na oitava). Cabulava a primeira aula de quinta feira pra ficar na escada na frente da bibloteca e ver ela passar pra ir pra educação física.

Bons tempos.

Tati disse...

pois é, Gastón, namoro de quinta serie, mas durou um tempão, de tanto que a gente terminava e voltava, hehehe!!!!
Será que estamos na mesma sessão? A minha é ao lado da biblioteca!
Encontrei o Gus na entrada, ele vota na mesma que eu, ficamos batendo papo, os mesários nos olhando tipo "não vão votar não??" e a gente no maior bla bla bla lá fora..... Muito bom!!!

Cunha disse...

adorei seus comentarios politicos!!!

Tati disse...

suuuuuper políticos...... a única coisa politica que eu poderia dizer é que quando eu cheguei já não havia mais narizes de palhaço sendo ditribuídos.... esgotaram.....