terça-feira, dezembro 14, 2010

Ócio nada criativo

Eu adoraria concordar com o Domenico de Masi, acreditar realmente na criatividade do ócio... Mas ainda não alcancei um nível de "Toscaneidade" na minha vida a ponto de criar no ócio...
Estamos naquela limbo letivo, em que os alunos já se foram mas os professores devem permanecer... (piar dos passarinhos...)
Reclamamos da correria o ano todo, mas ficar ao "universo dará" (perdoem-me o agnosticismo da expressão) também é demais...
(grilos cantam ao fundo...)

Ofereci ajuda para separar os livros da biblioteca. Não adianta, a sala será pintada e seria trabalho em dobro....

(escuto a chuva na poça atrás da sala dos professores)

Poderia também organizar os livros da nossa sala, mas como não são meus, posso acabar jogando fora papel que não me pertence, e arrumar briga que me pertence...

Até a sala de Artes da Clau está em dia... Ela passou o ócio matinal dela arrumando...

Então vim à Jeca... Minha Jeca empoeirada e renegada... Jamais esquecida, mas meio murcha. É sempre bom matar a saudades.... De meu ócio não nasceu um Brás Cubas, mas pelo menos um pequeno espanador literário (pretensiooosa) que não me deixa exterminar a Jeca de vez.

Domenico, te vejo em Florença, em maio...

E arrivederci...

2 comentários:

Anônimo disse...

Mente ociosa oficina do diabo.. Começa a preparar seu projeto de doutorado!! Usa o tempo e VOLTA PRA USP!!!!!!!
Bj,
Caia

Motoqueira Sonhadora disse...

Precisa voltar a postar mais vezes. Adoro quando faz isso.
Beijos