quinta-feira, abril 17, 2008

Últimas da roça

-Ah, você ainda estava aí?

-Estava, depois da consulta da Dra. ele mamou, então fiquei num consultório vazio. São 18hs, né, todos foram embora... Só sobrou eu?

(telefone berra ao fundo)

-Não, a Dra. ainda está atendendo um bebezinho.

(telefone berra e recepcionista se levanta para abrir a porta para mãe)

-Ah, agente não atende telefone depois das 18...

-Entendo, acabou o expediente, né?

-Não, é por que fica perigoso... Essa rua tem muito (!!!!) ladrão, e é perigoso atender o telefone, já pensou, você atende e ele fala "tô aqui!!!"

???

-Tô aqui, abre a porta que eu vou te assaltar???
-Ai, seu ladrão...
-Abre, ninguém mandou você atender o telefone, abre!

Assalto a fio armado?
Só na roça, mesmo...

3 comentários:

Virgínia disse...

ashduadhuahduadh Nunca vi isso! O ladrão liga antes para avisar que tá na porta para assaltar! Essa nem em Guará ou Passa Vinte! :P

Gastón disse...

Hahahaha, que sensacional isso. Bota alguém pra vigiar o telefone.

Cláudia disse...

Lugarzinho perigoso esse que você mora hein? mó bocada...

Sugira trocarem o telefone fixo por um celular. Assim, quando o ladrão ligar mandando abrir a porta, a pessoa pode enganá-lo dizendo que não está lá no consultório e sim na sorveteria da esquina. Assim, o ladrão vai embora.

Nossa, às vezes até eu me espanto com esses meus laivos de inteligenssa...
beijo pra você e pro Romeo